Contradições que Perturbam as TJs

Como reagiria você caso determinada organização religiosa se apresentasse como sendo o canal exclusivo de comunicação de Deus sobre a terra e o único caminho que lhe conduzirá a vida eterna? E se essa mesma religião organizada moderna ainda se intitulasse como a única religião verdadeira? Acataria você prontamente reivindicações tão sérias como estas como sendo verdadeiras ou colocaria à prova tal organização? E se depois de ter examinado tal religião constatasse que seus líderes mudam constantemente suas posições doutrinárias, ensinando algo hoje como sendo a verdade de Jeová e amanhã mudasse de opinião? Você ainda teria alguma dúvida quanto a se tal organização procede de Deus ou não?
  

Constantino, Cristianismo e Concílio de Niceia: Mitos e verdades!

Nos últimos anos, com o acesso crescente à informação (muito em função da expansão da internet), é cada vez mais comum ouvirmos ou lermos afirmações a respeito do processo histórico que levou ao cristianismo tal como conhecemos hoje. E um dos assuntos preferidos é a questão da influência do imperador romano Constantino, que teria sido o responsável pela escolha dos livros que estão na bíblia, pela institucionalização do cristianismo e pela sua proclamação como religião oficial do Império. Porém, infelizmente muitos se gabam de possuírem essas informações “privilegiadas”, mas as fontes que usam são meros vídeos e textos encontrados na internet (e sabemos que o mundo virtual aceita qualquer coisa, inclusive qualquer conteúdo que eu venha colocar neste artigo), em vez de pesquisadores sérios, de especialistas na área, reconhecidos internacionalmente.

LEIS DE DEUS

Os 10 mandamentos não são a Lei de Deus em si; são a aplicação da Lei de Deus no contexto judaico. (Hebreus 8:13; Romanos 9:4;Efesos 2:15-16; Galatas 3:19-27) Quando Jesus veio ao mundo, ele mostrou de fato o que era a Lei de Deus, ela é amor (a Deus e ao próximo), e a aplicação dela no contexto cultural da época, era que as pessoas fizessem do próximo uma extensão de si mesmas. (Mateus 22:39)Tudo tem um contexto. A Lei de Deus é imutável (e ela é amor a Deus e ao próximo), mas a revelação dela é contextualizada. Da mesma forma são os mais de 600 preceitos da lei mosaica. Todos tinham um significado claro para eles. (Hebreus 7:12;Gálatas 5:11)

Natal

É claro que Jesus não nasceu no dia 25 de Dezembro, o dia 25 de Dezembro é uma data comemorativa vinculada a adoração de deuses grego romanos. Todo mundo sabe que o imperador Constantino, fez do cristianismo um sincretismo, (adotando práticas religiosas que já existiam em Roma, bem antes da vinda de Jesus) não há necessidade de dizer isso, nem nenhum problema em dizer isso, porque isso é um fato de 1700 anos.

A dialética das religiões para aprisionar e escravizar as pessoas

O Poder Religioso sempre foi usado de forma MUITO eficiente para dominar, escravizar e controlar a sociedade, sempre foi a maior ferramenta de entorpecimento e atrofia intelectual. Sempre foi usada como porta de confinamento. Esse poder, por sua vez, é especialista em produzir fundamentalistas. Os fundamentalistas  lutam para que suas comunidades e nações voltem ao que, em sua opinião, são os alicerces morais e doutrinais adequado, fazem tudo ao seu alcance para forçar os outros a viver em conformidade com um código moral e um sistema de crenças doutrinais 'corretos'.

Tudo que você queria saber sobre as Testemunhas de Jeová...

Ao ser mencionado o nome “Testemunhas de Jeová”, é comum vir à mente da maioria de nós a imagem daquelas pessoas bem trajadas, geralmente gentis e sorridentes que batem às nossas portas nas manhãs de domingo, dizendo-se proclamadores de “boas novas” – usualmente chamando nossa atenção para algum aspecto da problemática mundial e oferecendo sua literatura – as revistas “A Sentinela” e “Despertai!”. É provável que você, leitor, já tenha sido visitado por elas ou possua um parente próximo ou amigo que é membro deste exótico movimento religioso. É igualmente digna de nota a persistência com que as Testemunhas de Jeová nos convidam a conhecer melhor sua organização e suas crenças, oferecendo aos moradores estudos bíblicos domiciliares.

O que Jesus fez por você?

Quando o primeiro homem, Adão pecou ao desobedecer à ordem de Deus, ele transmitiu o pecado a todos seus descendentes, e com o pecado a morte, é por isso que envelhecemos, adoecemos e morremos.  Como o salário do pecado é a morte, Jesus entrega sua vida perfeita como oferta pelo pecado de Adão,  para que os filhos de Adão pudessem assim ser livrados da condenação à morte. Por exercer fé na provisão de Deus, do sacrifício de resgate, nós podemos ter nossos pecados perdoados e receber a vida eterna (que Adão perdeu).
Então Deus fez o inverso: Assim como uma só transgressão resultou na condenação de todos os homens, assim também um só ato de justiça resultou na justificação que traz vida aos filhos de Adão. Jesus vem então, resgatar o homem de volta para a vida eterna perdida pelo pecado de  Adão. Deus pode então exercer misericórdia, sem ser injusto.