Seguir Jesus sem Religião

Por Pri Gundes
Em Cristo, nosso querido Salvador! Jesus não fundou o Cristianismo. O Imperador Romano Constantino o fez. Jesus não fundou o Protestantismo. O Protestantismo foi um movimento histórico do séc XVI de Martin Lutero contra a Igreja Católica! Jesus não fez a Reforma Protestante, foi João Calvino na Suíça, que aprofundou as idéias de Lutero, vindo a se chamar Reforma Calvinista.

Jesus não fundou uma Religião com sua disciplina, a Terceira Geração o fez. Ele não era Católico, Pentecostal, nem Neo Pentecostal, não fez propaganda de nenhum grupo religioso, o que ele chamou de igreja não é um prédio com uma placa um, local, um santuário edificado por mãos de homens, era apenas o grupo de discípulos, ou seja, aquele que aceita suas disciplinas e nada tem a ver com a exterioridade, "não coma isso", "não coma aquilo", ao contrário, ele condicionou tudo como puro, acrescentou ainda dizendo que o mal não é aquilo que entra pela boca e sim o que sai, e nem recomendou a nossa maneira de vestir, ou nos padronizar como o faz a moda gospel.

Há pessoas que dizem seguir a Jesus, mas negam a eficácia de suas palavras, invalidando a palavra de Deus pelas tradições da Religião, essas pessoas já foram a outros "deuses" e não descobriram ainda! Abandonaram o verdadeiro Salvado.

Essas pessoas se enquadram no trágico paradigma "Sim, eu sou Cristão, sim eu sou Religioso, mas não sei o que é ser discípulo de Jesus!"

Ele nos disse que saberemos os que são seus discípulos pelos frutos, o Salvador associou o fruto do espirito aquele que ama: Se for de Deus ama, se não for não ama, simples assim! Como pode alguém ser de Deus, tomando mal por mal, maldizendo o próximo, desconsiderando e ignorando o seu próximo, como Jesus disse o homicida não é só aquele que mata, agente mata as pessoas com nossos julgamentos, com nossas palavras perversas, com nossa língua envenenada e peçonhenta, aquele que destrói.

Para Jesus o homicídio mais profundo é aquele que coloca seu irmão como zero a esquerda, aquele que chama seu irmão de tolo! Esse nunca será julgado do ponto de vista criminal, mais do ponto de vista espiritual e psicológico ele está matando gente a todo dia! 

A Religião desperta o ódio dentro das pessoas, faz elas ficarem más, julga as outras que não fazem parte da denominação, ensinam a assassinarem seu próximo psicologicamente, na verdade é a pior criação dos Anjos Caídos.

Jesus nos chama para o Caminho, a Verdade e a Vida, o Caminho é Ele e também passa por gente. A Verdade é Ele, e passa pela gente, e encontra gente também fora de nós, e a Vida é Ele, e em em-si ela é apenas nEle. Mas para todas as outras criaturas implica em relacionamento. Portanto, quem é discípulo de Jesus é esse ser do Caminho, da Verdade e da Vida.

Não é um caminho religioso; é apenas um caminho de reconciliado com Deus, conosco mesmos, com o próximo e com a criação! O Cristianismo é uma Religião. Assim como o Islamismo. E anda em grandes desvantagens. Possivelmente o Cristianismo tenha se tornado a Religião menos atraente que o Ocidente e o mundo já produziram nos últimos 1700 anos — especialmente pelos “subprodutos” que ele gerou.

Sou discípulo de Jesus, amo a Sua Palavra, reconheço a irmandade profunda na comunhão com aqueles que discerniram o mistério de Deus em Cristo, e tenho prazer em anunciar esse Amor, bem como vivê-lo, especialmente com aqueles que também amam o mesmo Amor que a eles se revelou em Cristo.

No livro de Atos, no início, esse andar comunitário e esses que a ele pertenciam eram chamados de "os do Caminho". Paulo diz que perseguiu "os do Caminho" e que também "perseguiu a Igreja de Deus" -- portanto, os termos são equivalentes.

E no Caminho cada um faz o seu próprio caminho pessoal, e também o faz de modo comunal e coletivo.

O discípulo é o indivíduo.

A Igreja somos nós, isso mesmo, é formada de pessoas, não do Templo, é a comunhão (estar em comum, reunirão) dos discípulos.

Jesus combateu os líderes religiosos de sua época com muita firmeza; eles eram falsos, impunham suas regras moralistas e policiavam as pessoas; se sentiam superiores e rejeitavam os “pecadores”, se esqueciam da misericórdia, da fé e da justiça.

Eles tinham aparência de justos e Jesus os chamou de hipócritas, raça de víboras e filhos do Diabo. A religião cristã dos nossos dias, seja ela católica ou evangélica, está em pior situação que a religião dos dias de Jesus. O que impera é a hipocrisia, o moralismo, o controle da vida alheia, o orgulho teológico, o comércio e a corrupção.

O convite de Jesus a cada um continua sendo simples: SIGA-ME!

Seguir a Jesus é receber o amor dele e amá-lo! É ir com ele pelo Caminho; é por o pé na estrada e não olhar para trás; seguir a Jesus é continuar caminhando a cada dia, aprendendo com ele, ouvindo sua voz cheia de ternura e misericórdia!

Seguir a Jesus é ir no caminho do amor, da compaixão e da da graça, que é favor imerecido. Seguir a Jesus é ir abraçando os pecadores pela estrada, é ir sem pedras nas mãos, é ir perdoando e sendo perdoado, é ir chorando ou rindo sempre olhando para Ele!

Seguir a Jesus é ir sem o fardo dos pecados ou da religião; é apenas ir ao lado daqueles que também decidiram ir por onde Ele for e o vento do Espírito levar!

É ir com ele até a cruz, onde os pecados foram encravados; seguir a Jesus é abraçar esta Graça que perdoa e aceita; seguir a Jesus é celebrar a ressurreição, a vitória sobre a morte!

Se você quer seguir a Jesus, sem os pesos mortos da religião, se você quer seguir a Jesus por nada porque Ele é TUDO em sua vida, junte-se a nós! Somos todos pecadores, seguindo a Jesus por termos sido atraídos pelo amor dele!
Matéria Completa: Vídeo do Caio Fábio

6 comentários:

Postar um comentário